Ir para o conteúdo da página

Ensaio de tração em cabos tensores conforme ISO 15630-3/ ASTM A416/ A1061

No ensaio de tração estático conforme ISO 15630-3, ASTM A416 e ASTM A 1061 o cabo tensor é esticado até o rompimento.Existem vários fios torcidos nos cabos de tensão que tendem a se distender quando estão sob cargas de tração.Durante o ensaio de tração é feita a medição da força e da deformação da amostra.Visto que aço de pré-esforço é aço de alta resistência, são utilizadas principalmente máquinas para ensaios de materiais de altas forças de ensaio.

Cabos tensores com diâmetro de 3 até 20 mm podem ser testados no ensaio de tração.Dependendo na norma do produto ou do ensaio, o comprimento de medição L0 pode ser por ex. de 500 mm ou de 610 mm.A deformação geral poderá alcançar valores de até 20 %.

Ademais, também podem ser realizados ensaios de tração de desvio, por ex. conforme EN ISO 15630-3.Para tal a máquina para ensaios de materiais está equipada com um furo de passagem na travessa móvel.

Nome Tipo Tamanho Baixar

Os principais valores característicos do ensaio de tração em cabos tensores conforme ISO 15630-3 e ASTM A416

  • O limite de escoamento como limite de elasticidade (Rp0.2), que normalmente com 0,2 % de deformação plástica é determinado como “limite de escoamento substituto”
  • A deformação do limite de escoamento; de forma mais precisa, a deformação de extensômetro do limite de escoamento, uma vez que ela somente pode ser determinada com o auxílio de um extensômetro (Ae)
  • Resistência à tração (Rm)
  • Alongamento uniforme (Ag)
  • A deformação de ruptura (A), sendo que as definições normativas em relação ao comprimento de medição são de importância decisiva

Fixação da amostra

Em virtude da alta resistência à tração dos arames individuais de um cabo tensor de até 2.000 Mpa e da superfície lisa é necessária na fixação da amostra atenção especial para não danificar a amostra (por ex. por meio do desenho de pirâmide dos insertos de mordente).Para tal são necessários suportes de amostra hidráulicos de fechamento paralelo com regulagem da pressão de fixação.Adicionalmente, a geometria dos mordentes deve ser de forma que a fixação confiável e homogênea da amostra seja possível sem que ela comece a escorregar durante o ensaio.

Para evitar rupturas de amostra fora do comprimento de medição L0 também a qualidade de produto da própria amostra de cabo é relevante.Somente o rompimento da amostra dentro do comprimento de medição pode ser considerado um resultado de ensaio confiável.A superfície danificada da amostra ou a resistência à tração fortemente não homogênea dos arames individuais levam frequentemente a rupturas de amostra fora de L0 na proximidade dos mordentes.

Medição de deformação

A ruptura do cabo tensor leva frequentemente ao chicoteamento de arames individuais.Isso causa o perigo de danificar um extensômetro com contato.Por esse motivo é recomendada a medição de deformação com o auxílio de um extensômetro ótico.Para a marcação do comprimento de medição é utilizada uma fita de marcação especial.

Ensaio de tração em concreto armado e tiras para concreto pré-esforçado

Aço para concreto e cabos tensores são testados no ensaio de tração conforme ISO 6892-1 com a máquina para ensaios de materiais de até 600 kN.Desta forma, são utilizados extensômetros com contato e extensômetros óticos.

O que é aço de pré-esforço?

Aço de pré-esforço é aço de alta resistência que é predominantemente utilizado para aplicação de tensão prévia na construção de concreto pré-esforçado.Por meio da utilização de aço pré-esforçado existe a possibilidade de aumentar enormemente as propriedades de componentes de concreto para esforços estáticos e dinâmicos.

Aço pré-esforçado é fabricado a partir de um produto longo e é executado de diferentes maneiras quanto à forma de sua superfície, dependendo da norma de fabricação.Um arame individual é por ex. executado conforme a norma de fabricante DIN EN 10138-1, sendo que um cabo tensor pode ser executado conforme a norma DIN EN 10138-3.O arame individual possui resistências de até 2.000 N/mm² e possui forma redonda, sendo que também existem seções transversais trapezoidais as quais são chamadas de cabos compactos.

Sob o conceito geral de aço pré-esforçado se distinguem três formas de fornecimento, dependendo da norma do produto:

  • Barras de aço (de 15 até 36 mm em diâmetro)
  • Arame (de 5 até 16 mm em diâmetro)
  • Cabos tensores de 3, 7 ou vários arames individuais trançados (cabo tensor de três fios:5,2 até 7,5 mm, cabo tensor de sete fios 7 até 18 mm)

As diferentes formas de fornecimento possuem altos requisitos quanto ao ensaio de materiais e são utilizados para tal as mais diversas normas de ensaio (por ex. ISO, ASTM…) para assegurar o padrão de qualidade necessário.

Outros métodos de ensaio conforme ISO 15630

Concreto armado EN ISO 15630-1, ASTM E488, BS 4449

O ensaio de concreto armado conforme ISO 15630-1 / ASTM E488 / BS 4449 é feito no ensaio de tração, ensaio de flexão e ensaio de flexão reversa assim como no ensaio de fadiga.
para Concreto armado EN ISO 15630-1, ASTM E488, BS 4449

Esteiras soldadas / armações treliçadas ISO 15630-2

O ensaio de esteiras soldadas e armações treliçadas conforme ISO 15630-2 é feito no ensaio de tração, ensaio de flexão e no ensaio de cisalhamento de nódulo assim como no ensaio de fadiga.
para Esteiras soldadas / armações treliçadas ISO 15630-2

Nós procuramos e encontramos a solução ideal de ensaio para todos os seus requisitos.

Entre diretamente em contato com nossos especialistas do segmento específico.

Será um prazer oferecer-lhe consultoria!

 

Entre em contato agora

Produtos adequados

Topo